SOBRE A FARSA GREGORI GRABOVOI

SOBRE A FARSA GREGORI GRABOVOI

Saudações,

Este meio místico-esotérico-holístico pós internet está realmente ficando cansativo. Tempos atrás, procurando novas informações sobre as mães de Beslan para compor meu texto cujo tema trago todo ano no mês de setembro, que é o mês em que ocorreu o massacre das crianças de Beslan no ano de 2004, o que me tocou profundamente na época, encontrei um texto citando as mães de Beslan associadas ao nome de Grigori Grabovoi.

O texto do site do periódico Vocativ traz em sua página http://www.vocativ.com/world/russia/grigory-grabovoi/ uma extensa reportagem investigativa sobre Gregori Grabovoi onde cita sua prisão em 2005 por estelionato, após ter cobrado de cada mãe do massacre de Beslan, um montante absurdo em dinheiro para ressuscitar seus filhos e sobre sua condenação em 2008 com uma pena de 11 anos, de onde só cumpriu 6 saindo há 3 anos atrás.

Imediatamente busquei periódicos russos para saber mais sobre esta história e incrivelmente, este sujeito um matemático que trabalhava com cálculos na área de aviação russa, simplesmente de uma hora para outra, bem estilo os bispos macedos da vida, resolveu se auto intitular o novo Jesus Cristo capaz inclusive de ressuscitar pessoas, além de curar o câncer e outras doenças, como ele mesmo afirma no vídeo

https://www.youtube.com/watch?v=B1KA7vO2fCU

O fato é que em uma Rússia pós União Soviética, o povo miserável e esperançoso tornou-se presa fácil para estes vigaristas, que começaram a se proliferar como mostra um ótimo artigo que pode ser lido na versão em português do periódico eletrônico Gazeta Russa em http://gazetarussa.com.br/sociedade/2014/05/18/seitas_que_criam_ponte_entre_religiao_e_crime_25365

Ocorreu assim com as mães de Beslan, que perderam seus filhos, 198 crianças, mortas por terroristas em um ataque absurdo a um colégio e que foram iludidas por este estelionatário.

Pesquisando mais, cheguei a uma nota no jornal o Estado de São Paulo  de 7 de julho de 2008 http://www.estadao.com.br/noticias/geral,russo-e-condenado-por-prometer-ressuscitar-criancas,201978 onde diz:

“”Russo é condenado por prometer ressuscitar crianças

Meios de comunicação russos estão relatando que a Corte de Moscou condenou um homem por fraude, depois que ele supostamente disse que poderia ressuscitar crianças mortas no massacre da escola de Beslan, em 2004. Reportagens locais dizem que Grigory Grabovoi foi declarado culpado por ganhar dinheiro de maneira fraudulenta. Grabovoi supostamente cobrava dos parentes em luto cerca de 40 mil rublos (R$ 2.721) pela promessa de ressurreição. Ele foi preso depois que a polícia recebeu reclamações, incluindo de parentes das crianças mortas no massacre. O canal de TV estatal Russia Today diz que os advogados de defesa argumentaram que a ressurreição prometida era espiritual e não física.

Ele foi libertado ano passado, já voltou às atividades com força total agora com os tais números que dizem curar a tudo e a todos.

O seu site oficial foi retirado da rede. Ficava em  http://messiah1963.org/ mas ainda na rede a empresa que divulga o seu nome http://www.svet-centre.com/

No Brasil, muitas pessoas estão cobrando por cursos e palestras sobre os tais números quando na verdade, no seu site oficial, ele só cita alguns americanos e canadenses credenciados a ensinar a tal técnica.

O fato e que este é mais um dos muitos que estão por aí manchando a beleza e o encanto do mundo místico, esotérico, holístico. Mais um golpe dos tantos que vi ao longo destes anos. Neste caso, um sujeito seguido por uma legião de pessoas de um lado se dando bem com sua pretensa técnica curativa e de outro, tantas outras pagando e se iludindo com ela. Caso alguém tenha conseguido algum benefício com estes números, que seja muito feliz acreditando que foi por conta deles, eu sinceramente, estou neste meio há mais de 30 anos para saber distinguir bem uma coisa de outra coisa e principalmente, quando o efeito se dá através de nossa crença e força de vontade. Pessoas de boa fé tem força de crença suficiente para realmente se curarem das mais diversas mazelas e não, por conta de números que não fazem o menor sentido.

Só para registro e não mais espanto, pois como disse o poeta romano Terêncio há quase 200 anos antes de Cristo: “nada do que é humano me é estranho”.

Fecha o pano.